Feeds:
Posts
Comentários

Archive for the ‘esportes’ Category

Se o futebol já foi tema de algumas (poucas) peças teatrais, porque não o basquete? Está em fase de produção “Magic/Bird”, que não é sobre um passarinho mágico, mas sim sobre a rivalidade entre os super-astros Magic Johnson e Larry Bird nos anos 80 – o que ajudou a revitalizar a NBA graças aos confrontos inesquecíveis entre o Los Angeles Lakers e o Boston Celtics (também imortalizados no lendário jogo de videogame “Lakers Vs. Celtics”, lembram?). O responsável pela peça é Eric Simonson, membro da famosa companhia teatral Steppenwolf, de Chicago, que revelou atores como Gary Sinise, John Malkovich, Joan Allen e outros. A previsão de estreia na Broadway é em 2012.

 

Read Full Post »

Uma homenagem ao craque que encerrou a carreira ontem:

Fonte: GQ Magazine

Read Full Post »

Toda publicação masculina que se preze, seja impressa ou online, de tempos em tempos resolve eleger as mulheres supostamente mais sexy do mundo (eu mesmo publico as minhas listinhas de vez em quando). No início do mês, duas destas publicações revelaram as suas campeãs: o site Askmen.com e a revista espanhola DT, com resultados bem discrepantes.

  

O Askmen sempre faz uma lista com 99 gatas e normalmente a vencedora é meio inexplicável – por exemplo, algumas campeãs anteriores foram Eva Mendes e Emmanuelle Chriqui, ambas bonitas mas longe de serem espetaculares. Este ano, porém, eles bateram o recorde em “viagem”: a ganhadora foi a quase insossa Blake Lively, a Serena Van Der Woodsen do seriado “Gossip Girl” – e eu só coloquei o “quase” aí porque recentemente assisti o filme “Atração Perigosa” (The Town) e ela me surpreendeu um pouco. Já a DT montou uma lista mais modesta, com 50 nomes, liderada pela modelo Irina Shayk, que acaba de sair em destaque da Sports Illustrated.

(Blake Lively e Irina Shayk, as campeãs)

O mais curioso é comparar a disparidade entre esse tipo de lista. Por exemplo, Blake Lively foi considerada a primeira pelo AskMen, mas é apenas a 49ª na lista da DT. Já Minka Kelly, uma das novas “Charlie´s Angels” e que foi considerada a mulher mais sexy do mundo no ano passado pela Esquire, ficou em 99º na lista do AskMen (ou seja, é a última). De qualquer forma, o que vale nessas listas é a diversão, já que gosto não se discute, mas se lamenta. E pelo menos a minha preferida, a nova Mulher-Gato Anne Hathaway, subiu dezenas de posições e ficou em 9º na lista do AskMen.

 

As dez primeiras segundo o site AskMen.com:

1) Blake Lively

2) Mila Kunis

3) Sofia Vergara

4) Selita Ebanks

5) Miranda Kerr

6) Cheryl Cole

7) Scarlett Johansson

8 ) Katy Perry

9) Anne Hathaway

10) Jessica Pare

 

As dez primeiras segundo a revista espanhola DT:

1) Irina Shayk

2) Sara Carbonero

3) Adriana Lima

4) Scarlett Johansson

5) Megan Fox

6) Amaia Salamanca

7) Edurne

8 ) Alessandra Ambrósio

9) Pilar Rubio

10) Heidi Klum

(Mila Kunis e Sara Carbonero, as “vices”)

Read Full Post »

Sobre a Copa I

Minhas observações sobre a Copa do Mundo até agora:

1) Os times africanos perderam aquela inocência que tinham quando começaram a participar mais ativamente das Copas. Os jogadores aprenderam a catimbar, fingem contusões, fazem jogadas violentas… triste. Talvez isso explique o quase total fracasso dos times de lá – somente Gana escapou e passou de fase, dos seis países que se classificaram (mas não deve ir muito mais longe que isso).

2) A Fifa ou é burra ou é extremamente sádica com os árbitros. Das duas uma. Afinal, pra que adianta ter 382 câmeras de alta definição em cada estádio, mostrando todos os detalhes de cada jogo, desde a gota de suor na testa do goleiro até o puxão de camisa que acontece na grande área, se estas imagens não podem ser usadas pra corrigir um erro do juiz? Se as imagens são mostradas no telão cinco segundos depois de acontecerem, por que o quarto árbitro, que fica fora do campo, não pode ver o lance no telão, falar com o juiz principal pelo ponto eletrônico e informar que ele errou e que deve mudar a decisão? Usar estas câmeras e mostrar as imagens no telão do próprio estádio, do jeito como ocorre, parece que só serve pra que os torcedores, jogadores e treinadores tenham ainda mais raiva dos árbitros por seus erros grotescos, que poderiam muito bem ser corrigidos.

3) O fracasso da França nesta Copa não deveria ter sido surpresa pra ninguém; a França sempre joga bem Copa sim, Copa não – como foi vice em 2006, essa era a “Copa não”.

4) Do mesmo jeito, o ótimo desempenho dos times sul-americanos e a atuação decepcionante das europeias também não deveria surpreender ninguém. Equipes europeias tradicionalmente jogam muito mais à vontade quando o campeonato acontece na Europa (ou seja, quando todas elas estão “em casa”) e ficam mais acanhadas quando a Copa é fora – raciocínio oposto se aplica às equipes sul-americanas. Tanto que até hoje sempre que a Copa foi na Europa o campeão foi europeu, ao passo que em todas as Copas fora da Europa o campeão foi sul-americano (à exceção do Brasil na Suécia em 58 – tks, Maurinho).

5) De qualquer forma, Itália, Inglaterra e Espanha sempre passam pra segunda fase aos trancos e barrancos – às vezes melhoram depois, às vezes não.

6) O melhor jogo desta primeira fase será na sexta. Não, não estou falando de Brasil X Portugal, mas sim de Espanha X Chile.

7) Uma das semi-finais vai ser ou BrasilXEstados Unidos ou HolandaXEstados Unidos (dependendo de quem vencer a partida das quartas-de-final entre BrasilXHolanda).

Read Full Post »